Quero uma vida azul-piscina!

Quero uma vida azul-piscina!

Gosto de pensar assim: se a gente faz o que manda o coração, lá na frente, tudo se explica.

Gosto de pensar assim: se a gente faz o que manda o coração, lá na frente, tudo se explica.

Por ele eu vou até o Acre e me finjo de índia.

Por ele eu vou até o Acre e me finjo de índia.

Meu mundo

Meu mundo
Mundo

domingo, 31 de maio de 2009

Explicação



O pensamento é triste; o amor,
insuficiente; e eu quero sempre
mais do que vem nos milagres.
Deixo que a terra me sustente:
Guardo o resto para mais tarde.
Deus não fala comigo - e eu sei
que me conhece.
A antigos ventos dei as lágrimas
que tinha.
A estrela sobe, a estrela desce...
- Espero a minha própria vinda.
(Navego pela memória
sem margens.
Alguém conta a minha história
e alguém mata os personagens.)

┗ Cecília Meireles ┛




"Sussurre em meu ouvido
Só o que me interessa."

(Lenine)

sábado, 30 de maio de 2009

quinta-feira, 28 de maio de 2009


Mamae trata-me com carinho minha amada,pois nenhum coraçao em todo o mundo,será mais agradecido do q o meu.Não tente educar-me com pancadas,a sua paciencia e compreençao ensinar-me-ão mais rapidamente as coisas q esperar q eu aprenda.Fala-me muito, pois tua voz é a doce musica do meu mundo,como podes perceber pelos ardentes sacolejos de minha cauda, qdo ouço seus passos. Qdo o tempo esta frio e chuvoso conserve-me dentro de casa, pois sou um animal doméstico, sem preparo para enfrentar as intenpéries do tempo e a minha maior glória é o previlégio de sentar-me aos teus pés.Conserve minha vasilha cheia com água fresca,pois além de não poder reclamar qdo ela está vazia,não posso dizer-lhe qdo estou com sede ou fome.E qdo estiver bem velhinho, se o todo PODEROSO me privar de saúde e visão,por favor náo me vires as costas.Faça-me o bem de deixar q a minha vida de dedicação e fidelidade possa se extinguir suavemente e eu farei sentir com o meu ultimo alento q sempre me senti seguro e feliz em seus braços e em sua companhia.

Kadu


Primeiro Motivo da Rosa


Vejo-te em seda e nácar,
e tão de orvalho trêmula, que penso ver, efêmera,
toda a Beleza em lágrimas
por ser bela e ser frágil.

Meus olhos te ofereço:
espelho para face
que terás, no meu verso,
quando, depois que passes,
jamais ninguém te esqueça.

Então, de seda e nácar,
toda de orvalho trêmula, serás eterna. E efêmero
o rosto meu, nas lágrimas
do teu orvalho... E frágil.

Cecilia Meireles

terça-feira, 26 de maio de 2009

segunda-feira, 25 de maio de 2009

Ao Amor Antigo



O amor antigo vive de si mesmo,
não de cultivo alheio ou de presença.
Nada exige nem pede. Nada espera,
mas do destino vão nega a sentença.

O amor antigo tem raízes fundas,
feitas de sofrimento e de beleza.
Por aquelas mergulha no infinito,
e por estas suplanta a natureza.

Se em toda parte o tempo desmorona
aquilo que foi grande e deslumbrante,
a antigo amor, porém, nunca fenece
e a cada dia surge mais amante.

Mais ardente, mas pobre de esperança.
Mais triste? Não. Ele venceu a dor,
e resplandece no seu canto obscuro,
tanto mais velho quanto mais amor.

(Carlos D. de Andrade)

sábado, 23 de maio de 2009




Quando se ama não é preciso entender o que se passa lá fora, pois tudo passa a acontecer dentro de nós.

(Clarice Lispector)

terça-feira, 19 de maio de 2009

Beijo cor do pecado


Eu quero um beijo molhado
com a cor do bendito pecado e
da louca tentação
Eu quero beijos de mel
que me levem ao céu
do mundo da ilusão
Não quero beijos selinhos
de pequeninos carinhos e
sem a mínima atração
Quero beijos eloqüentes
de paixões ardentes
cheinhos de tesão
Beijos apaixonados
Envolventes e lambuzados
pelo véu da sedução
Quero beijos malditos
cobertos de perdição
Que me cale a boca e
me encha o coração




.


“As Lágrimas são as últimas palavras quando o
coração perde a voz.”
"A alma não teria arco-íris se os olhos não
tivessem lágrimas"
(John Vance Cheney)



Lágrimas falam mesmo
Quando estão escondidas no olhar
Mas se elas rolam
É a dor que já não dá pra suportar
Lágrimas que purificam
Lágrimas que santificam
E dão força ao coração...
(Adam Scowsky)

sábado, 16 de maio de 2009


Que o amor tenha pressa
E não perca tempo entre
As tantas curvas do caminho;
Que ele tenha passos largos
Vontade de chegar em casa
Antes do sol se pôr;
Que o amor não me entristeça
Nem tão pouco desapareça
Sem bater na minha porta;
Que ele seja puro, sagrado,
Molhado dos grandes desejos
Do teu corpo quente, suado.


- Cáh Morandi -



Almas Perfumadas ...




Tem gente que tem cheiro das estrelas
que Deus acendeu no céu e daquelas
que conseguimos acender na Terra.

Ao lado delas, a gente não acha que
o amor é possível, a gente tem certeza.

Ao lado delas, a gente se sente visitando
um lugar feito de alegria.

Recebendo um buquê de carinhos.
Abraçando um filhote de urso panda.

Tocando com os olhos os olhos da paz.
Ao lado delas, saboreamos a delícia do
toque suave que sua presença sopra
no nosso coração.

*Carlos Drummond de Andrade*


Sabe o que quero de verdade?
Jamais perder a sensibilidade.
Mesmo que as vezes ela arranhe um pouco a alma.
Porque sem ela, não poderia mais sentir a mim mesma.

(Clarice Lispector)




quarta-feira, 13 de maio de 2009


..."Platão,
quando não conseguia dar respostas racionais
inventava mitos.
Ele contou que, antes de nascer,
a alma contempla todas as coisas belas do universo.
Essa experiência foi tão forte
que todas as infinitas formas de beleza do universo,
ficam etrnemente gravadas na alma.
Ao nascer nos esquecemos delas.
Mas não as perdemos.
A beleza fica em nós adormecida como um feto....


Rubem Alves

Rosa

"Tu és como rosto das rosas: diferente em cada pétala.
Onde estava o teu perfume?
Ninguém soube.
Teu lábio sorriu para todos os ventos e o mundo inteiro ficou feliz.
Eu, só eu, encontrei a gota de orvalho que te alimentava, como um
segredo que cai do sonho..."

Cecília Meireles





"... E tudo quanto fizermos,
façamos com singeleza de coração
Que o nosso coração seja uma terra boa
frutífera...
Que acima de qualquer circunstância
prevaleça o amor,
que é o vínculo da perfeição."

(Bíblia sagrada)
De almas sinceras a união sincera
Nada há que impeça: amor não é amor
Se quando encontra obstáculos se altera,
Ou se vacila ao mínimo temor.
Amor é um marco eterno, dominante,
Que encara a tempestade com bravura;
É astro que norteia a vela errante,
Cujo valor se ignora, lá na altura.
Amor não teme o tempo, muito embora
Seu alfange não poupe a mocidade;
Amor não se transforma de hora em hora,
Antes se afirma para a eternidade.
Se isso é falso, e que é falso alguém provou,
Eu não sou poeta, e ninguém nunca amou.

William Shakespeare